Prefeito Nilson, Granja, Pedrinho e juiz