Saúde

Instituto abre seletivo e contratará 160 profissionais para trabalhar na UPA e UBS em Sinop

O Instituto Social Saúde Resgate à Vida (ISSRV) contratado pela prefeitura para operacionalização e execução das ações e serviços de estratégia nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) abriu processo seletivo para contratação de 160 profissionais na saúde para trabalharem nas UBSs do Alto da Glória, Menino de Jesus, Sabrina, Sebastião de Matos ,Centro de Saúde Camping Club e nas Unidades de Pronto Atendimento Anete Maria Mota Maria e na unidade noturno Menino Jesus. Os salários variam entre 1,095 mil e R$ 6 mil.

“Os médicos são pessoas jurídicas e as formas de processo é diferente. Iremos fazer através de cotação de empresas. Eles têm interesse de permanecer na UPA e temos uma equipe de transição que já esta trabalhando de forma bem tranquila nisso. Identificamos lotação da UPA e vamos melhorar com gestão de saúde. Já temos a escala e a princípio não vamos ter nenhum problema”, explicou o diretor presidente Ricardo Sanches.

As provas serão na Paróquia Santo Antônio na avenida das Sibipirunas, centro. O processo começa hoje, das 19h às 22h para os cargos de enfermeiros assistenciais, serviço social, farmacêuticos/auxiliares de farmácia e técnicos de radiologia. Na quinta-feira, das 8h às 12h, para técnico de enfermagem. Das 13 às 17h, administrativo e serviços gerais. Das 19h às 22h, técnico de radiologia, farmacêuticos/auxiliares de farmácia e serviço social. Na sexta-feira das 8h às 12h, administrativos e serviços gerais, das 13h às 17h, técnicos de enfermagem e enfermeiros assistenciais. O resultado sai na sexta com convocação imediata.

O instituto homologou contrato com a prefeitura por mais de R$ 1,9 milhão e substituirá a a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) Agência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Adesco), iniciada em 2014, na gestão passada, para terceirização de funcionários da saúde. Conforme Só Notícias já informou, a justiça da 6ª Vara Cível havia dado prazo até o dia 10 deste mês para a prefeitura encerrar a parceria.