Ponto Final

Vai advogar

Pedro Taques deixa o governo do Estado dentro de 20 dias, vai descansar algumas semanas a partir de janeiro e seu plano é voltar a advogar. Ele montará escritório na capital. Taques foi procurador da República por mais de duas décadas e deixou a função para entrar na política – se elegeu senador e, depois, governador. O governador negou que se mudaria para Portugal conforme circulava nos bastidores.