Ponto Final

Suspeitas nas passagens

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) investiga suspeita de superfaturamento e desvio de dinheiro, no governo Silval Barbosa, na compra de passagens aéreas. No período de 2011 a 2014, duas empresas de passagens aéreas negociaram R$ 112,086 milhões para atender a demanda do governo estadual em viagens nacionais e internacionais. O ex-secretário de Estado de Administração, Pedro Elias Domingos, prestou esclarecimentos, recentemente, na investigação.