Ponto Final

Sodoma – segurança jurídica

A promotora de justiça Ana Cristina Bardusco Silva, que está à frente das investigações da operação Sodoma, no Ministério Público Estadual, avaliou que a decisão do Superior Tribunal de Justiça, no julgamento de habeas corpus feito pela defesa do ex-governador Silval Barbosa, trará mais segurança jurídica para a continuidade dos trabalhos de combate à corrupção em Mato Grosso. A operação está na quinta fase. A promotora enfatizou que, em nenhum momento, teve dúvidas de que a condução das investigações e as homologações das colaborações premiadas ocorreram dentro da legalidade.