Ponto Final

Sem anulação

O ex-governador Silval Barbosa vai continuar preso. A sexta câmara criminal do Superior Tribunal de Justiça negou, nesta 5ª à tarde, pedido dele para anular os atos decisórios da juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Rosane Santos Arruda, nos processos decorrentes da Operação Sodoma da Polícia Civil. Os ministros decidiram que não era o recurso adequado para tratar da arguição da juíza. Silval, que está na cadeia desde setembro de 2015, vai continuar preso.