Ponto Final

Reprovação

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral reprovou, hoje, por unanimidade, em sessão plenária, as contas anuais relativas ao exercício de 2012 do Partido dos Trabalhadores de Mato Grosso que terá que devolver aos cofres públicos o  R$ 157,7 mil. O PT também ficará sem receber cotas do Fundo Partidário, por seis meses. Foram diversas irregularidades. Em uma delas, o TRE constattou que, ao preencher o demonstrativo de receitas e despesas de 2012, o partido informou ter recebido do Fundo Partidário R$ 168, 9 mil  dos quais 52,36% -R$ 88.,4 mil- foram utilizados para custear despesas com pessoal. No máximo deveria ter sido 50%.