Ponto Final

Defesa vai recorrer

A defesa do ex-prefeito Juarez Costa vai recorrer ao Tribunal de Justiça para tentar derrubar a decisão do juiz Mirko. Alega que "todas essas contrações foram feitas dentro da legalidade.  "Foram autorizadas pela
Todas elas foram realizadas para atender as necessidades temporárias do município como cobertura de licenças prêmios, maternidade e doenças. Em relação ao concurso, o ex-prefeito realizou sim o concurso em 2014. Não foi possível realizar antes porque o munícipio já estava dentro do limite prudencial (de gastos salariais com servidores). A Lei de Responsabilidade Fiscal impede que o município realize concurso enquanto se encontra dentro desta situação do limite".