Política

Taques e Mauro se reúnem hoje para tratar da futura reforma administrativa

O governador Pedro Taques (PSDB) recebe hoje à tarde, no Palácio Paiaguás, em Cuiabá, o governador eleito Mauro Mendes (DEM) para uma segunda reunião desde o fim da campanha eleitoral. Mendes pretende entregar o projeto com a reforma administrativa e pedir para que Taques o encaminhe para votação na Assembleia Legislativa. A agilidade da tramitação vai depender de como a reunião vai se desenrolar.

Mendes vai apresentar a proposta de corte de 3 mil cargos no governo, entre comissionados, contratados e gratificações de confiança. É uma das alternativas anunciadas pelo governador eleito para tentar reduzir os custos do Estado, que tem previsão de prejuízo de R$ 1,5 bilhão em 2019.

Conforme Só Notícias já informou, a reforma administrativa deve dar “superpoderes” à Casa Civil, que absorverá outras quatro pastas que hoje têm status de Secretaria de Estado, sendo o Gabinete de Assuntos Estratégicos, Gabinete de Articulação e Desenvolvimento Regional, Gabinete de Comunicação e Gabinete de Governo.

Outra pasta que deve crescer é a Sinfra, que passará a se chamar Secretaria de Estado de Infraestrutura, Logística e Obras Públicas e terá a atual Secretaria de Estado de Cidades incorporada ao seu efetivo. A Pasta de Desenvolvimento Econômico também deve crescer com a fusão da Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, e a Secretaria de Estado de Planejamento se fundirá com a de Gestão

A reforma que pretende extinguir as autarquias, também já informada por Só Notícias, não está contemplada na proposta que será entregue hoje. A medida ainda carece de mais estudos antes de ser implantada.

Se aprovada pela Assembleia, a futura composição do secretariado de Mauro Mendes ficará da seguinte forma:

1 – Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag)
2 – Secretaria de Estado de Justiça (Sejus)
3 – Secretaria de Estado de Cidadania, Assistência Social e Direitos Humanos (Setasdh)
4 – Secretaria de Estado de Educação (Seduc)
5 – Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Esportes e Lazer (Sectel)
6 – Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz)
7 – Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema)
8 – Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp)
9 – Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec)
10 – Secretaria de Estado de Saúde (SES)
11 – Secretaria de Estado de Infraestrutura, Logística e Obras Públicas (Sinfra)
12 – Casa Civil
13 – Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico
14 – Controladoria Geral do Estado (CGE)
15 – Procuradoria Geral do Estado (PG)