Esportes

Palmeiras vence Flamengo e Jorginho pode ser efetivado

O técnico interino Jorginho passou por mais um grande desafio rumo à efetivação no Palmeiras. Nesta quarta-feira, o Verdão fez uma apresentação impecável no primeiro tempo, passou sufoco no final, mas obteve um triunfo de peso em um dos palcos mais tradicionais do mundo. A vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, no Maracanã, deixa o torcida alviverde ainda mais animado em relação ao futuro do clube no Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, Jorginho alcança a terceira vitória no comando do time principal do Palmeiras – também tem um empate contra o Santos. No Brasileirão, o Verdão se consolida no G-4, com 22 pontos.

O Flamengo, em contrapartida, perde a invencibilidade em casa depois de três vitórias e um empate. Os cariocas permanecem com 17 pontos e ficam um pouco mais longe da zona de classificação para a Libertadores.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, as duas equipes terão confrontos estaduais. No sábado, às 18h30, o Palmeiras joga contra o Santo André, no Palestra Itália. No dia seguinte, o Flamengo disputa o clássico contra o Botafogo.

O Jogo – Flamengo e Palmeiras começaram o confronto do Maracanã praticamente com as mesmas ações ofensivas. Primeiro, ambos os times tiveram uma falta na lateral da área. Não aproveitaram. Em seguida, vieram as infrações frontais. O destino dos arremates de Diego Souza e Adriano foi igual: a barreira.

A partir dos 15 minutos, o Flamengo passou a ficar com a posse de bola durante um tempo maior. De forma inteligente, os cariocas exploravam as laterais do campo, sobretudo com Everton na esquerda e Emerson na direita. A defesa alviverde tentava se segurar de todas as formas.

No Palmeiras, os principais momentos de lucidez vinham com Diego Souza na ponta esquerda. Mesmo improvisado na frente e isolado em alguns momentos, o camisa 7 foi o responsável pela abertura de placar ao aproveitar o vacilo de Wellinton. O forte arremate do meio-campista, aos 24 minutos, entrou no canto esquerdo de Bruno.

O gol modificou o panorama em campo. O Flamengo claramente sentiu a desvantagem e passou a cometer erros bobos. Na lateral do campo, o técnico Cuca se mostrava apreensivo. Nas arquibancadas, a torcida começou a perder a paciência.

Enquanto isso, o Palmeiras proporcionava uma digna aula em campo diante de um Flamengo abatido. Logo após as oportunidades desperdiçadas por Cleiton Xavier e Deyvid Sacconi, os visitantes ampliaram com um gol de Ortigoza, em um contra-ataque armado por Pierre.

Na etapa complementar, o Flamengo ameaçou pressionar. Com quatro minutos, Éverton tabelou com Emerson e, livre na área, finalizou para grande defesa de Marcos. Só que a força carioca parou por aí. Por isso, Cuca deu sangue novo ao meio-campo com a entrada do chileno Fierro.

No Palmeiras, Jorginho procurou fortalecer a marcação com as entradas de Sandro Silva e Fabinho Capixaba. Quando a fatura parecia definida, o Flamengo reagiu. O árbitro Leandro Pedro Vuaden considerou que Adriano foi agarrado por Danilo na área. O Imperador fez a cobrança e venceu Marcos.

Nos minutos derradeiros, Cuca deixou o Flamengo mais ofensivo com a entrada de Maxi no lugar de Leonardo Moura. Aos 39 minutos, brilhou a estrela de Marcos, que fez grande defesa na cabeçada de Zé Roberto e salvou o Palmeiras.

 

 

[testa_categ]