Economia

Sinop: indústria passa a produzir castanha de mel

O secretário de Desenvolvimento Rural, Neldo Egon Weirich, acompanhado da equipe da Seder, visitou a fábrica Carpello Indústria e Comércio de Alimentos, em Sinop, durante a “Seder Itinerante” e verificou as instalações da empresa que utiliza a produção da agricultura familiar para industrializar compotas de pepino, palmito, dentre outros 14 produtos. O proprietário da empresa, Daniel Brolese, anunciou ao secretário o lançamento da produção de castanha com mel a partir deste mês. A castanha utilizada pela indústria é oriunda do Nortão, o que contribuirá muito para a agricultura familiar que sobrevive da extração do produto em regiões como Alta Floresta, por exemplo. Daniel comentou que a demanda dos compradores da indústria nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul pelo palmito é grande, mas falta produção suficiente do produto na região Norte. “Tem muito mercado para o palmito, não conseguimos atender todos os nossos pedidos. Minha vontade é de aumentar a produção”. Para dar conta do recado, o empresário adquire o palmito do Pará.

O secretário Neldo Egon argumenta que a agricultura familiar tem muitas oportunidades de negócios e as indústrias procuram alimentos produzidos com qualidade. “Há alternativas de mercado para os pequenos produtores. Um exemplo é a pimenta biquinho, muito utilizada pelas indústrias para conserva. Os produtores devem se atentar a essa demanda para produzir esse tipo de pimenta”.

A Carpello produz cerca de 8 mil potes por dia de conserva de pepino, produto muito consumido na região Sul do pais e carro chefe da empresa. Além do pepino, o palmito e a azeitona são os produtos mais comercializados.